Vida on line

Puxa, que legal… Eu ganhei um comentário! E eu já passei o que você disse para a minha amiga, Savyo. Claro que ela não gostou muito de ouvir isso, mas ficou o aviso, né? Falei com ela ontem, quando fomos dar uma volta à noite… E como sempre, ela vai andar com o homem da vez e eu fico passeando, ou sozinha ou com alguém que me suporte! Levei um tropeção no meio da calçada também, tão lindo que não esqueço tão cedo, quase fui pro chão…
Esses dois outros dias da semana foram bem comuns. Tanto que nem sei o que escrever aqui, a não ser que estou me percebendo trocar de personalidade com a Nádia… Nunca entendi tão perfeitamente o que ela dizia, quando dava o fora no melhor cara da noite… "Não tinha clima…" É muito triste olhar uma pessoa, achá-lo (a) lindo(a) e depois ver que a pessoa eh C.H.A.T.A…. Devo confessar a minha queda por loiros, já que estamos nisso. Mas nem todos valem, entendem? Estou falando de uma forma muito abstrata, eu sei, mas é que estou com preguiça de entrar em detalhes.
Ontem, (ou hoje, né) por volta da meia noite eu estava lendo O Dia do Curinga, e é aí que eu quero colocar a pitada de filosofia de hoje. O garoto perguntou ao seu pai se ele acredita no acaso. O pai hesitou, acendeu um cigarro, e depois falou em como as pessoas gostam de acreditar que as coisas estão demarcadas em seu caminho( ele diz, inclusive que mesmo que uma pessoa passe o ano todo sem dinheiro e um dia encontre uma nota de dez na rua, ela vai achar que tinha que ser assim e que não foi um mero acaso), e depois, mais para o final do capítulo, ele diz algo mais formidável ainda: todos nós que estamos vivos somos vencedores. Sabem por quê? Por que todos os nossos antepassados, que são milhares conforme se volta no tempo, conseguiram viver e criar seus filhos! Pensem assim… Se UM deles tivesse morrido, só um, nós não seríamos os mesmos! A possibilidade de cada um de nós nascermos era ínfima, e mesmo assim se realizou, somos vencedores! Cada um dos nossos antepassados sobreviveu a guerras, doenças, maretomos e tudo mais, para que a gente chegasse até aqui… E quem não tem a nossa sorte… Simplesmente não nasce! Então deveríamos comemorar o tempo todo só por estarmos aqui!
Aí eu encontro um problema. Sabe quando você pensa de um jeito, mas não consegue pôr em prática? Eu me esforço para praticar todos os valores em que eu acredito, mas esse mais tipo Carpe Diem… É complicado.
Hoje eu só coloquei um resumo do pensamento do livro, mas quero saber de vocês! Vocês conseguem aproveitar a vida?
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s