Vazia

Minha própria realidade; às vezes tudo que acontece de bom parece ser apenas uma realidade inventada por mim. Porque uma vez terminada, nunca acontece de novo. É como se os amigos virassem conhecidos, como se os sentimentos virassem atrações, como se o passado virasse um sonho, como se a internet fosse uma droga que me iludisse de um mundo perfeito pra mim, que existe em algum lugar.
Eu estou acima do peso de novo, passei chorado na prova de geometria para a qual eu tinha estudado feito uma maluca, tentando tirar uma nota que não me forçasse a sofrer muito na prova seguinte… Mas não, terei o mesmo esforço. Também errei algo muito estranho numa prova de Física para a qual estudei o triplo, penso no que vai ser de mim no vestibular…
É muito foda você gostar de alguém (não muito, não perdidamente, não profundamente, não como eu gosto do meu platônico inatingível, que chegou primeiro), achar que dessa vez vai, e não ir. O cara achar que você se apegou, e etc… Todo mundo sabe do que eu estou falando e estou me fodendo pra isso. Estou apenas com RAIVA. E com todo o direito do mundo, por favor. Faço melhor estando assim, como estou e sempre estive, sozinha. Sem dramas, sem ressentimentos. Mas é terrível ver a esperança nascendo e morrendo o tempo todo. Em algum momento, ela vai deixar de dar uma de fênix.
Mudando de assunto.
Estou lendo muito sobre Wicca neste final de semana. Eu fiz uma auto iniciação há dois anos atrás, cheguei a realizar um ou dois sabás, mas abandonei. Agora… Parece-me uma alternativa plausível. Estou em período de estudos, para uma nova religião.
Anúncios

2 opiniões sobre “Vazia

  1. Oi, Amanda, desculpa nenhum comentário quanto ao seu texto hoje, mas gostaria de saber mais sobre vc, pois meu sobrenome é Pavani – Andrea Pavani. Vc pode me passar alguma informação sobre a sua família Pavani ?AbraçosAndrea

  2. Sabe, a minha situação qto à idéia d q td à minha volta ñ é d verdade é pior q a sua. Andei publicando um texto no meu blog q dizia: " Eu pertenço à irrealidade, ao surreal e ao sonho. Eu sou utopia, delírio, fuga da verdade e desvairo. Psicodélica, fora de contexto, contesto a verdade com meus devaneios. Neve verde, fogo roxo, céu vermelho e flores pretas, na minha natureza surrealista a verdade é o impossível e só o possível é a mentira. Não tento transformar, contudo, a mentira à minha volta na realidade delirante que me existe, pois ela é só minha, íntima e incompartilhável. Ela é impermeável à frieza de raciocínio e aos apelos da lógica. Não é uma utopia do real, não tem essa pretensão, é pura fantasia, devaneio. Tem nexo, tem base, tem uma lógica interna, dentro das minhas próprias regras criadas por anseios e sonhos. Tem também beleza e poder, mas sua razão de ser é o acalento. Fujo das mentiras à minha volta para o devaneio verdadeiro, transformando portanto ambos em irreais. Resumindo sou uma mentira cercada por mentiras, e ainda acho forças para criasr outras mentiras mais, acreditar em mentiras e contar mentiras. Ou pelo menos assim me sinto. A fuga desesperada da realidade que quem dera fosse falsa me leva a mentir mais e mais com desvairos utópicos e fantasias surrealistas, inesgotáveis, transtornantes, profundas, dolorosas, reconfortantes… LoucaS" Nossos casos ñ são iguais, + são parecidos. Vc perde o interesse pelas coisas q no início achava q eram profundas e duradouras, ou eu t entendi mal? Oras, cabe a vc e somente a vc sustentar esse esntimento ou ñ. No caso da internet, é exatamente assim q eu me sinto, e obviamente nós ñ somos as únicas, e internet foi inventada pra isso mesmo. Me senti uma ninguém qdo vc falou da sua vida amorosa. Td mundo sabe? Td mundo sabe menos eu, + d qualquer maneira eu ñ pertenço a esse mundo mesmo; caí aqui por um acaso e vou ficando até qdo der. Qto à Wicca, eu vou continuar estudando. Já tenho td um programa d estudos, uma rota a seguir, q vou por em prática ano q vem. Eu já passei esse ano inteirinho, d janeiro até agora, seguindo um programa d estudos q eu tinha traçado ainda no ano anterior, agora já bolei um esquema pra continuar fazendo isso, então eu vou caminhando devagar e sempre. Só vou me iniciar qdo me sentir mto segura mesmo, e daqui até lá, mta coisa pode rolar. É um livro com mtas págs em branco, q eu vou escrevendo s/ pressa e s/ compromisso, apesar da minha ansiedade ser mto grande. Estou amarrada aos meus pais, q ñ deixam eu praticar, e ao fato d ñ ter alguém q me ensine na prática, como eu gostaria. Ñ vou sair por aí tentando fazer rituais – e se algo sai errado, como eu vou me virar? Então vou indo aos pouquinhos… Bom, chega, eu falo d+!! Beijos pra vc, vou ficando por aqui Feliz aniversário atrasado novamente!! Parabéns!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s