Na UFMG.

Eu coloquei a postagem de hoje na categoria "Odeio Ser Tão Egoísta" por um bom motivo. Vir pra UFMG foi uma atitude egoísta, porém mais egoísta ainda é ficar aqui falando como se minha última postagem não tivesse sido só antes do vestibular. O final foi feliz. Eu passei em primeiro lugar na UEL, passei em 29o na UFMG e entrei na UNESP, com lista de espera. O que eu mais fico pensando aqui, longe dos meus pais, é em como eu os decepcionei quando escolhi vir pra cá. Eles estavam maravilhados com a idéia da filha deles passando em Relações Internacionais direto do terceiro colegial. Quando eu recebi a notícia de que tinha passado na UNESP, eu estava na estrada, voltando de Belo Horizonte, logo depois de ter feito matrícula aqui na federal. Estava feliz da vida porque tinha arrumado um bom lugar pra morar, tinha lindas matérias, um lindo campus e tudo o mais.
 
O problema foi eu ter escolhido Letras. Eu passei três dias na maior tensão, sem conseguir dormir e muito menos decidir. Será que valia a pena ir pra UNESP? Olhei minhas matérias e, num primeiro momento, amei todas. Com o tempo eu me lembrei de Direito Constitucional, eca. E tem Economia até o fim do curso. Tinha umas matérias lindas, no estilo Filosofia, e Política… Mas sei lá. Acho que o que acabei escrevendo no perfil do orkut diz tudo. Não dá pra fugir de quem se é.
 
Renascendo o blog mais uma vez, agradeçam a André Bueno, o Rebelde, meu colega aqui da FALE. E à Melissa também, que aparentemente também tem projetos de renascer o space dela.
 
Sexta feira, tem festinha hoje, vou pra casa tomar um banho. Aiai…
 
*complacente* (existe essa palavra em português?)