Sobre assuntos não discutíveis

Até que eu estou bombando nessas férias, viu? O blog não tem nem um mês e já tem história minha em Piracicaba, agora vou falar de Mucambeiro – mentira, vou falar de algo que eu pensei enquanto estava em Mucambeiro – enquanto estou pagando de gatinha nerd no aeroporto!! Viva as promoções aéreas durante o carnaval!

Bom, o assunto não é esse. Mucambeiro, distrito de Muzambinho, é terra natal de um grande amigo meu; nós e mais uns amigos fomos lá evitar o carnaval. Meu ódio de carnaval daria outro post, quem sabe ainda hoje.

Vocês já se depararam com assuntos impossíveis de resolver em mesa de bar? Ou, pelo menos, vocês já se depararam com assuntos conhecidos por não terem solução? Existe a famosa tríade religião-futebol-política, e como é impossível um acerto perfeito ao falar disso. Como ninguém da nossa turma é religioso – mas nem todos são ateus – em determinado momento eu os vi falarem do assunto muito fervorosamente, mas não me envolvi, porque comecei a perceber que uns estavam discutindo, quase brigando, mas dizendo essencialmente a mesma coisa (¬¬).

Acho que se a gente se privar de discutir a tríade de assuntos, vão sobrar coisas como falar de macho, de televisão, de arte (é bom, mas uma hora enche o saco). Enfim. Mas sabe, assuntos como religião, que era o caso, não devem ser discutidos em forma de debate. Acho que você pode conversar de duas maneiras, que nem jogar Guitar Hero: no modo cooperativo ou no modo combate. Não faz sentido discutir religião no modo combate pelo simples motivo que ninguém vai poder provar ter razão – até porque pessoalmente acho que razão é uma palavra pouco aplicável a esse tipo de coisa. Religião é uma coisa tão decidida – ou mesmo indecidida – no campo pessoal, na própria experiência, que é muito absurdo achar que um debate sobre isso pode ser vencido ou perdido. Acho digno (insira entonação gay aqui) é mais um papo cooperativo, sem “você está se contradizendo”, “você está errado”, e coisas afim, porque, bem, não se chega a lugar nenhum, sabe?

Mas enquanto eu esperava mudar de assunto, joguei oito níveis de tetris no meu celular.

Anúncios

2 opiniões sobre “Sobre assuntos não discutíveis

  1. Então, Mocambeiro é distrito de Matozinhos…

    E olha, vou te contar, eu até tava tentando o modo cooperativo, mas tava difícil deixar isso claro

    beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s