Sobre trabalhar

Trabalho desde o meu segundo período da faculdade, o que quer dizer desde os 18. Cumpri o plano dos meus pais, que era começar a trabalhar quando ficasse maior de idade. Fui estagiária de biblioteca, no IGC, durante seis meses; depois consegui uma bolsa de pesquisa no Laboratório de Tradução, e depois entrei pro CENEX, onde dou aula de inglês até hoje.

Não foi assim tão de boa. Fui rejeitada na minha primeira entrevista, atrás de estágios da FUMP, não passei de primeira na seleção da pesquisa, e fui demitida depois de duas semanas trabalhando numa escola duvidosa do centro.

Mas eis o cenário: tirei esse semestre pra trabalhar, fazer bem feitas as poucas matérias da faculdade nas quais me matriculei, e juntar dinheiro. Ao mesmo tempo, já me peguei negando aula particular (por insegurança sobre a minha eficiência), e hesitando em colocar cartaz oferecendo tradução. Olho pra várias propostas de estágio e fico achando sempre que é mau negócio. Bom, eu deveria ficar mais ocupada, né? Pegar o máximo de trabalho, porque estou precisando.

Então por que não fazer isso? A verdade é que eu acho que é defeito meu mesmo, porque dou muito valor ao tempo livre. Não conheço nada além da idéia básica do conceito de ócio criativo, e nem crio nada no meu ócio não, mas acho que fazer nada é muito importante pra sanidade mental. Sério mesmo! É claro que existem períodos nos quais você não pára. E é bom mesmo não parar pra não sair do ritmo; mas ainda assim, né?

A minha demissão da referida escola de inglês foi ao mesmo tempo muito ruim e muito boa. Ruim pelos motivos óbvios, era um bom dinheiro, e tal, eu poderia fazer um bom currículo, etc, etc, perder o medo de dar aula. Mas acho que acabei achando bom. Eles não me davam nenhum suporte, só me jogavam com o aluno e falavam ‘se vira’, quando eu deixei bem claro que nunca tinha dado aula, e apesar de saber inglês muito bem ([/modéstia]), não tinha didática nenhuma. A orientação foi zero. O amparo zero. A correria era absurda.

Então sabe? Existem lugares e lugares pra se trabalhar. Apesar de ter só um ano de experiência, e apesar de ainda não estar formada, faço o máximo pra não entrar mais em roubada. O Cenex tem seus viés, (viéses???) mas continua sendo o melhor trabalho possível, e me fez crescer muito em pouco tempo. Trabalhos assim fazem a gente querer voltar.

Anúncios

4 opiniões sobre “Sobre trabalhar

  1. Vale a pena se matar de trabalhar, desde que você realmente GOSTE de todos os trabalhos que pegou. Se botar na balança e pesar pro lado “Ah, eu não queria ir lá hoje” ou “Tô com uma preguiiiiça de tal aluno” não vale a pena, pois vai chegar uma hora que vc vai se estafar.

  2. Na verdade, é vieses rsss

    então, para nós, que não nascemos em berço de ouro e para quem o trabalho é uma necessidade, é muito difícil escapar das roubadas. Eu, que ganhei meu primeiro dinheiro com trabalho aos 13 anos, e que arrumei meu primeiro emprego aos 14, já fiz de tudo um pouco e já me submeti a muitas situações empregatícias desfavoráveis.
    Desde que entrei na faculdade, fiz um tanto de coisa e trabalhei em alguns lugares, uns bons, que contribuiram para minha formação, outros nem tanto. Finalmente hoje trabalho com o que gosto, mas ganhar dinheiro de verdade ainda é só um sonho.
    Qto ao ócio, concordo com vc, tempo livre é um lance meio necessário até para termos um melhor desempenho no trabalho.
    bjs

  3. @Aline: sou meio contemporâneo seu então… Meu primeiro emprego foi aos 12, rsrsrsr… E realmente, antes era pegar qualquer coisa. Hoje, já com experiência e formados, podemos nos dar ao “luxo” de dispensar determinadas roubadas, já dá pra viver melhor com os outros trampos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s