Comentário: Drop Dead Diva

Uma das minhas recente estratégias envolvendo escapismo da realidade ou aborrecimento fatal consiste em achar alguma coisa, QUALQUER COISA, pra assistir que não esteja na nossa fantástica televisão brasileira.

Pois bem. Eu estava fuçando no Baixe de Tudo e descobri o resumo dessa série, Drop Dead Diva. Duas semanas e treze episódios depois, differentemente de Gossip Girl, achei que esse merecia alguns comentários.

Vamos ao básico: No episódio piloto, temos uma advogada workaholic, bem acima do peso, e uma modelo loira com seu namorado tão maravilhoso quanto ela própria. Ela morre num acidente de carro em direção a um teste enquanto a advogada no mesmo dia morre por ter tomado um tiro ao se colocar na frente de seu patrão. No céu, a modelo, Deb, encontra Fred, seu anjo da guarda, e acaba conseguindo voltar para o mundo dos vivos. Só que no corpo de Jane.

Ah, com certeza não estamos falando de algo profundo, filosófico ou mesmo instigante para a mente. Na verdade, é quase o oposto. Muita gente me diz que assiste novela porque depois de um dia filho da puta tudo que se quer é sentar, relaxar e assistir uma coisa bobinha que não exija muito. Eu me sinto mais ou menos assim com séries da linha Gossip Girl e Drop Dead Diva. Pensando bem, Lost também.

O que essas séries tem em comum? Bem, eu perguntaria o que elas não tem. Antes de mais nada, gente feia. É quando você me pergunta, ué, mas a personagem principal deste não é uma mulher bem gorda, de cerca de 30 anos? E sim. Mas ao mesmo tempo, se você prestar atenção, os ângulos escolhidos pelas câmeras são sempre mais ou menos a mesma coisa, lado direito do rosto, só meio virado pra câmera. Ela não tem um só close. E também você não vê nada abaixo da cintura dela, é impressionante. As câmeras fazem o máximo para que você se pegue pensando: ahhh, mas ela é bem bonita… Bem, não que ela seja feia, mas ela é normal. Isso é bem diferente do tratamento de câmera em qualquer das várias versões de Betty, a Feia, por exemplo. Essas diferem muito, mas são unânimes em retratar o pior da personagem principal, seja na Colômbia, no México, EUA ou Brasil.

Isso é engraçado de perceber, porque eu acho que abala um pouco a expectativa dos criadores da série, que disseram no USA Today que esperavam redefinir o conceito de beleza entre as pessoas. É claro que tem seu efeito, em termos de cultura pop, mas desde o começo da década a gente percebe que o loser está em alta. E se esse loser, apesar de ser “feio”, for extremamente competente, melhor ainda. Alguém aí lembra do Daniel-san?

Falando assim, parece que eu não gosto da série. Gostei muito, e aguardo ansiosamente pelo lançamento da segunda temporada em junho (li na Wikipedia). Mas sejamos claros. Drop Dead Diva é uma história legal, capaz de entreter, engraçada, cativante. Você se pega torcendo sinceramente pela Jane e revendo primeiros julgamentos de caráter de Kim, mas não espere uma discussão estética que ultrapasse o “você tem que estar feliz com você mesma”.

Isso tudo já foi dito e olha que eu nem mencionei o lance Legalmente Loira da série. É claro que por dentro Jane é a loira Deb, e nos primeiros episódios a semelhança entre ela e Reese Witherspoon é gritante. Mistérios são resolvidos com cores de batom, por exemplo. E mesmo na única vez em que os advogados da firma onde os personagens trabalham são vencidos, o vencedor do processo volta e faz o que eles queriam desde o começo.

Ironia do destino ou não, o namorado de Deb, Grayson, é colega de Jane no escritório. E, fazendo a linha Édipo, recebe todos os sinais de que algo da sua namorada morta está bem ali na sua frente, e nem com a pulga atrás da orelha ele fica.

De qualquer maneira, é uma série curta e cativante. Eu recomendo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s